domingo, 12 de fevereiro de 2017

10 curiosidades sobre a Coca-Cola que você não vai acreditar que sejam verdadeiras



Você sabia que o farmacêutico norte-americano John Styth Pemberton gastou apenas 74 dólares para criar a fórmula da Coca-Cola, em 1886?

Para criar a fórmula original da Coca, Pemberton utilizou extrato de folhas de coca, extrato de noz-de-cola (que contém grande quantidade de cafeína), caramelo e água carbonatada (água com gás). O detalhe é que o xarope era misturado à água na hora de servir.

A Coca-Cola teve prejuízo em seu primeiro ano de operação. Nesse período, foram vendidos somente nove copos por dia do refrigerante.

A marca Coca-Cola só foi registrada sete anos depois da sua criação. As vendas em garrafa, então, só começaram oito anos depois.

Depois dos Estados Unidos, os primeiros países a comercializarem a Coca foram Canadá, México e Cuba. Mais tarde, o refrigerante foi proibido pelo regime cubano de Fidel Castro.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa desenvolveu fábricas-móveis para garantir o acesso ao refrigerante pelos soldados norte-americanos nas frentes de batalha.

Quantas garrafas são vendidas por dia? Acredite, são 900 milhões vendidas diariamente no mundo todo. A cada 10 segundos, 126 mil pessoas tomam algum produto da Coca-Cola.

A Coca-Cola é a mesma em qualquer parte do mundo, com 88% de água, 9,976% de açúcar, 2% de gás carbônico e 0,024% do “xarope-segredo da empresa”.

São consumidos 1,4 bilhão de copos de Coca-Cola todos os dias no mundo inteiro. E pensar que eram apenas nove copos no início...

A The Coca-Cola Company lançou em vários países versões diferentes da Coca. São elas: Cherry Coke (Coca-Cola com cereja), Coca-Cola Raspberry (com framboesa), Vanilla Coke (com baunilha), Coke Citra (com limão e lima), Coca-Cola Orange (com laranja) e Coca-Cola White Lime (com lima).

Veja outras curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário