terça-feira, 31 de janeiro de 2017

10 coisas que você devia saber para começar a entender o hinduísmo



Judaísmo? Budismo? Hinduísmo? Afinal, qual é a religião mais antiga do mundo? Os historiadores e especialistas em religião são quase unânimes: é o hinduísmo, crença seguida por 80% da população da Índia.

O hinduísmo possui cerca de 3.500 anos de história e surgiu com os primeiros textos sagrados, os Vedas. Muitos pesquisadores, no entanto, acreditam que suas origens sejam ainda mais antigas, remontando à pré-história.

O conteúdo dos Vedas é composta em quatro volumes escritos em versos. Os primeiros registros surgiram por volta do século 2 antes de cristo, mas antes disso ele já eram transmitidos oralmente.

Os hindus cultuam um grande número de divindades, mas as principais são Brahma (o princípio criador), Vishnu (deus do sol) e Shiva (deus das tempestades).

Os Upanishads são partes das escrituras sagradas hindus que tratam de filosofia e meditação, além de debates de cunho religioso.

O Ramaiana (Rāma e ayana "indo, avançando", cujo sentido é "a viagem de Rama”) possui mais de 23 mil versos e foi escrito pelo poeta Valmiki. Conta a história da luta de um príncipe contra o demônio que abduziu sua esposa.

O Mahabharata é, juntamente com o Ramaiana, um épico clássico hindu. Com 74 mil versos, ele é visto pelos adeptos do hinduísmo como um verdadeiro manual de conduta humana e evolução espiritual.

O Bhagavad-Gita (cujo significado é “Canção de Deus” ou “Canção do Mestre”) é um texto do Mahabharata – apesar de ter sido escrito em época mais recente.

Os cultos às divindades são separados e distintos, como se fossem cultos monoteístas. Os deuses mais cultuados são Brahma, Vishnu, Shiva, Kali, Durga, Shakti, Ganesh (que é conhecido como o deus-elefante), Rama, Parvati, Garuda, Sita, Uma, Nandi e Matsia.

Um dos princípios da religião hindu é a crença no carma (o princípio moral de causa e efeito), no atman (a natureza da alma), no dharma (deveres da pessoa perante a sociedade) e no samsara (reencarnação).

Veja mais curiosidades e informações sobre esse assunto em: Mais Que Curiosidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário