terça-feira, 13 de dezembro de 2016

10 informações curiosas sobre a estação mais quente do ano: o verão



Alguns povos antigos dividiam o ano em cinco estações: outono, inverno, primavera, o verão propriamente dito, de tempo quente e chuvoso e o estio, de tempo quente e seco – palavra que originou o termo "estiagem".

O solstício ocorre duas vezes ao ano. No solstício de inverno, a noite é mais longa do que o dia; no de verão, o dia é mais longo que a noite.

Na Linha do Equador, a duração dos dias é fixa ao longo das estações do ano, com 12 horas de luz e 12 horas de noite. Quer dizer, os solstícios são inexistentes no Equador.

A temperatura mais alta registrada no Brasil durante o verão foi 43º Celsius na cidade do Rio de Janeiro, em 1984. A maior temperatura ambiente, no entanto, foi registrada na localidade de Azízia, na Líbia: 58º Celsius.

A incidência de raios ultravioletas (UV) é maior no verão. A exposição excessiva aos raios UV podem causar manchas e até câncer de pele. Quanto mais clara a pele, maior a probabilidade de desenvolver câncer (por isso, não esqueça do protetor solar).

Horário de verão é a alteração do horário de uma região, adiantando-se em geral uma hora no fuso horário oficial local. Como o próprio nome indica, o horário de verão é implantado sempre na estação mais quente do ano, quando os dias são mais longos.

Dizem que quem teve a ideia do horário de verão foi o inventor e político norte-americano Benjamin Franklin, em 1784. Detalhe: na época, o horário de verão visava economizar cera de vela.

No Brasil, o horário de verão foi implantado pela primeira vez em 1931. A ideia, porém, não deu muito certo. O horário de verão atual - que vigora nas regiões Sul e Sudeste, além de parte do Centro-Oeste – foi criado em 1 985.

A estação mais violenta do ano no Brasil é o verão. Pesquisas demonstram que agressões, assassinatos e acidentes de trânsito ocorrem com maior frequência durante os meses mais quentes do ano, principalmente dezembro.

Durante os meses mais quentes, as doenças mais comuns no Brasil são a malária e a dengue. Aliás, a malária é uma das pragas que mais mata gente no mundo. Acredita-se que o número de mortos ultrapasse os dois milhões de pessoas por ano.

Para mais informações, acesse: Mais Que Curiosidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário