terça-feira, 29 de novembro de 2016

10 fatos curiosos sobre a avenida Paulista



A avenida Paulista foi inaugurada no 8 de dezembro de 1891 graças à iniciativa do engenheiro Joaquim Eugênio de Lima. Inicialmente, a região era apenas uma trilha aberta na Mata do Caguaçu, uma grande reserva de Mata Atlântica.

A Paulista foi a primeira via pública asfaltada de São Paulo, em 1909, com material importado da Alemanha, uma novidade até na Europa e Estados Unidos. Na época, a população paulistana não passava de 100 mil habitantes.

Com 200 mil moradores, se a Paulista fosse uma cidade, estaria entre as 150 maiores do Brasil, próxima de cidades como Praia Grande (245 mil habitantes) e Boa Vista (com 249 mil).

Uma das características de São Paulo são as antenas do espigão Paulista-Sumaré. Só na avenida Paulista existem atualmente 12 torres de transmissão de rádio e TV. O interesse das empresas de comunicação pela avenida deve-se ao fato de ser um dos pontos mais altos da cidade.

Projetado em 1957 pela arquiteta Lino Bo Bardi (esposa do ex-curador Pietro Maria Bardi) e inaugurado em 1968, o Museu de Arte de São Paulo/MASP, ocupa o espaço do antigo belvedere do Trianon e possui um dos maiores vãos livres de concreto do mundo, com 74 metros. Considerado o mais importante museu de arte ocidental da América Latina, o MASP se tornou um dos principais símbolos de São Paulo.

O parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido como Parque Trianon ou Parque do Trianon, foi inaugurado em abril de 1892 com a abertura da avenida Paulista. Foi projetado pelo paisagista francês Paul Villon. O nome Trianon veio do fato de, naquele tempo, existir no local onde hoje se situa o Museu de Arte de São Paulo, em frente ao parque, um clube com o nome de Trianon.

O prédio da Fiesp/Ciesp (Federação da Indústria do Estado de São Paulo), onde funciona o Teatro Popular do Sesi, foi projeto pelo escritório Rino Levi Arquitetos Associados e inaugurado em 1979.

O Réveillon na Paulista é realizado todos os anos. Seus shows musicais atraem mais de 2 milhões de pessoas na noite de 31 de dezembro e madrugada de 1 de janeiro. A queima de fogos de artifício dura cerca de 15 minutos.

A primeira Corrida de São Silvestre foi realizada em 1924, com patrocínio do jornal A Gazeta, do jornalista Cásper Líbero. A corrida acontecia na passagem de ano, exatamente à meia-noite. Atualmente é uma competição internacional de atletismo realizada no dia 31 de dezembro - e durante o dia.

A Parada do Orgulho LGBT surgiu em 1997 na avenida Paulista. Com apenas 2 mil participantes no primeiro ano, hoje ela é acompanhada por mais de 1 milhão de pessoas. É um dos maiores eventos do gênero no mundo. Com concentração no vão livro do MASP, ela termina na rua da Consolação, altura da igreja da Consolação. Ocorre sempre no domingo após o dia de Corpus Christi.

Para outras curiosidades sobre esse assunto, acesse: Mais QueCuriosidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário