sábado, 5 de novembro de 2016

10 curiosidades asquerosas mas interessantes sobre o pum



Uma pessoa saudável solta de 12 a 25 “puns” diariamente, o que equivale a no máximo 1 litro e meio de gases por dia.

Acredite se quiser, mas 90% dos gases responsáveis pelo “pum” vêm de nossa boca. Só 10% são formados no intestino grosso.

O arroto nada mais é do que a liberação de ar pelo estômago. Ele chega até o estômago e toma o caminho de volta. Como esse ar não vai para o intestino, não podemos, ao contrário do dito popular, chamá-lo de “pum” que “subiu de elevador”.

Aos chegar aos 71 anos (atual expectativa de vida do brasileiro), você terá gastado 3 meses e 4 dias de sua vida fazendo cocô, além de 2 meses soltando “puns”.

Acredite se quiser, mas o corpo humano continua soltando gases até 3 horas depois da morte.

O gás liberado durante o peido, digo “pum”, é em grande parte constituído de enxofre. É por isso que pessoas que consomem alimentos ricos em enxofre soltam “puns” mais fedidos.

Animais herbívoros (vacas, ovelhas etc) soltam mais gases do que os carnívoros; em compensação, são os carnívoros que soltam os mais fétidos.

Você sabia que o cheiro ruim das fezes é produzido pelos compostos sulfurosos das bactérias presentes nelas? Quantas bactérias? Não se sabe exatamente, a única certeza é a de que elas representam entre 150 a 500 tipos.

Soltar “pum” em público é falta de educação, certo? Depende da cultura. Entre a amazônica dos yanomami, por exemplo, o pei… digo, o “pum” é usado como saudação.

Você sabia que é possível descobrir vida em outro planeta pela quantidade de metano em sua atmosfera? Quanto mais metano, maior a probabilidade de haver vida. Por falar nisso...

Fonte de informações: Mais Que Curiosidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário