segunda-feira, 28 de novembro de 2016

10 coisas que quase ninguém sabe sobre Pelé



Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, nasceu na cidade mineira de Três Corações em 21 de outubro de 1940.

Antes de receber a alcunha de Pelé, o pequeno Edison era chamado de Dico pela família.

O apelido Pelé nasceu de Bilé, ex-goleito do Vasco. A explicação: quando pequeno, Edison gostava de ser goleiro, e toda vez que fazia uma defesa gritava um “Segura, Bilé!” que os amigos entendiam como “Segura, Pelé”. O detalhe é que, no princípio, o menino não gostou nem um pouco do apelido.

Na infância, Pelé nem sonhava em torcer pelo Santos. Seu time do coração era o Vasco da Gama. Só mais tarde, quando foi contratado pelo time, que se tornou um “santista roxo”. Pelé começou a jogar no Santos em 1956.

Em 1957, Pelé sagrou-se o mais jovem artilheiro do Campeonato Paulista. Tinha somente 17 anos na época.

O Rei começou a jogar pela Seleção Brasileira 10 meses depois de estrear no Santos. Quando participou da Copa do Mundo do Chile jogando pela Seleção, era ainda o garoto de apenas 17 anos.

Ao longo de toda a carreira, Pelé participou de 1.376 jogos. Detalhe importante: 1.116 foram no Santos. Foram 1.284 gols (0,93) feitos nesse tempo.

O milésimo gol foi numa partida contra o Vasco, em 1 969, num estádio do Maracanã lotado. O santos venceu a partida por 2 a 1.

Pelé ganhou 45 títulos no Santos, o que equivale a 50% dos campeonatos vencidos pelo Peixe ao longo de sua história.

Uma revista norte-americana elegeu Pelé como um dos 25 atletas “mais legais” de todos os tempos. Além dele, participaram da lista o piloto Mario Andretti, o boxeador Muhammad Ali, o tenista Bjorn Borg e o jogador de basquete Michael Jordan.

Para mais curiosidades em informações sobre esse assunto, acesse: Mais Que Curiosidades


Nenhum comentário:

Postar um comentário