segunda-feira, 10 de outubro de 2016

10 pequenas informações e grandes curiosidades sobre o Estado de Israel



O moderno Estado de Israel surgiu em 14 de maio de 1948.

O sistema de governo israelense é democrático com sufrágio universal e parlamentarista.

As línguas mais faladas em Israel são o hebraico e o árabe.

Embora a maior parte da população de Israel seja judia, não podemos afirmar que todo israelense é judeu. Existem israelenses muçulmanos, cristãos e drusos, por exemplo. A maior minoria étnica é formada pelos chamados árabes israelenses.

O centro financeiro e cultural de Israel é a cidade de Tel Aviv. Ela também é conhecida pela sua intensa vida noturna e por suas praias.

Tel Aviv possui cerca de 400 mil habitantes, mas faz parte de uma região metropolitana com mais de 3 milhões de pessoas.

Os arqueólogos acreditam que a cidade de Jerusalém foi fundada por povos semitas por volta do ano 2.600 antes de Cristo. Na tradição judaica, ela foi fundada por Sem e Éber, filho e neto de Noé.

Jerusalém é sagrada  para judeus, cristãos e islâmicos. Depois de Meca e Medina, ela é a terceira cidade mais importante do islamismo. Os seguidores do Alcorão acreditam que o profeta Maomé ascendeu aos céus em Jerusalém.

Ao longo da história, a cidade de Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes.

A estrela no centro da bandeira israelense simboliza a Estrela de Davi.


Nenhum comentário:

Postar um comentário