sexta-feira, 28 de outubro de 2016

10 informações que ajudarão a explicar como foi o fim de Pompeia



A erupção do vulcão Vesúvio ocorreu em 24 de outubro do ano 79. Pequenos tremores ocorridos nos dias anteriores, no entanto, já anunciavam que algo muito grave estava para acontecer.

Assim que entrou em erupção, o Vesúvio formou uma gigantesca coluna de magma e cinzas de 27 quilômetros de altura. Duas horas depois, uma chuva de pedras pomes começou a cair sobre a cidade. Mesmo assustados, os pompeanos acreditavam que logo tudo voltaria ao normal.

A segunda fase da erupção começou por volta de meia-noite. Uma nuvem negra e escaldante vinda do vulcão cobriu praticamente toda a cidade. Cheia de vapores clorídricos incandescentes, ela matou quase boa parte da população por asfixia (ao contrário do que muitos pensam, a maioria não morreu soterrada).

Na esperança de encontrar um barco que os levasse para longe dali, muitos pompeanos tentaram fugir na direção no mar. Todavia, isso era impossível. O mar revolto destruiu todas as embarcações. Ondas de até 8 metros de altura impossibilitaram a fuga a nado.

A explosão foi tão forte que o antigo topo (o Vesúvio tinha a aparência de cone) transformou-se em duas crateras planas. Foi como se a montanha tivesse rachado ao meio.

Pompeia não foi a única vítima da fúria do vulcão. As cidades de Herculano, Stabia, Miceno, Nucéria e Oplontis também foram atingidas. A maior parte da população de Herculano - onde a erupção matou apenas 300 pessoas - conseguiu fugir.

Ao contrário das vítimas de Pompeia, as de Herculano morreram em grande parte devido ao calor no interior da gigantesca nuvem de cinzas. A temperatura era tão alta que a carne evaporou.

Muitos pompeanos foram enterrados pela grossa camada de cinzas. Como ela se solidificou com o passar do tempo, formou moldes de seus corpos. Preenchidos com gesso, esses moldes revelaram a posição em que estavam no momento da morte.

Algumas pessoas tentaram se proteger sob os mausoléus de um cemitério. Os seus corpos foram encontrados ali mesmo, entre eles o de uma mulher abraçada a uma criança.

As ruínas de Pompeia só foram descobertas em 1599, durante as escavações para desviar um curso do rio Sarno. A cidade, no entanto, só começou a ser completamente desenterrada mais de 150 anos depois.

Mais informações: Mais Que Curiosidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário