terça-feira, 11 de outubro de 2016

10 informações curiosas sobre a eletricidade



A eletricidade foi descoberta pelos gregos por volta de 600 antes de Cristo. Um homem chamado Tales descobriu que, ao esfregar um pedaço de âmbar com pano, este atraía pequenos objetos (o âmbar é a seiva endurecida de certas árvores).

Em 1750, o inglês William Gilbert fez experiências semelhantes e, observando os mesmos efeitos, deu a este fenômeno o nome de eletricidade, a partir da palavra grega elektron, que quer dizer âmbar.

Noventa por centro da eletricidade consumida no Brasil é gerada por usinas hidrelétricas, sendo a maior parte na usina de Itaipu.

A usina de Itaipu é atualmente a maior do mundo, mas será em breve ultrapassada pela usina chinesa de Três Gargantas.

As bolas alaranjadas e/ou avermelhadas colocadas nos fios de alta tensão que cruzam as rodovias servem para sinalização visual para os pilotos das aeronaves, quando tiverem que utilizar as estradas para pousos de emergência.

Os maiores consumidores de energia elétrica do mundo são em 1º lugar os Estados Unidos, seguidos pelo Japão, China, Canadá, Alemanha, França, Inglaterra, Itália e Brasil. Detalhe: o estado norte-americano da Califórnia consome sozinho a mesma quantidade de energia elétrica consumida pelo Brasil.

Qual possui o custo mais elevado, a produção de energia por usinas nucleares, termoelétricas ou hidrelétricas? São as usinas nucleares, cujo custo médio de produção é de US$ 10 mil (dólares por kilo-watt instalado).

Kwh é a medida da eletricidade consumida por um aparelho durante o tempo em que ele estiver funcionando. Watt-hora é a quantidade de energia necessária para alimentar durante uma hora uma carga com potência de 1 watt.

AC-DC é a sigla para alternating current/direct current, que em bom português significa corrente alternada/corrente contínua. É uma sigla usada em aparelhos que podem ser utilizados em duas correntes. Detalhe: é também o nome de uma banda de rock de origem australiana.

Volt é a unidade de tensão elétrica que denomina o potencial de transmissão de energia entre dois pontos distintos no espaço. Recebeu esse nome em homenagem ao físico italiano Alessandro Volta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário